O filme A Rede Social

Finalmente assisti ao filme A Rede Social. Já conhecia a história, mas estava anciosa para assisti-lo e tirar minhas próprias conclusões. Achei excelente, muito bem feito, bem dirigido, mas, na minha opinião, longe de ser merecedor do oscar.

Não comentarei sobre a história em si para não estragar a surpresa de quem ainda não o assistiu, mas aí vão algumas coisas que me vieram a mente enquanto eu assistia:

  • Um dos piores tipos de gente são aqueles sonsos, que se fingem de mortos para comer o coveiro. Já conheceu um tipinho desse?
  • Ética não se ensina nem nas maiores e melhores universidades, é uma questão de princípios.
  • Ficar em cima do muro e não se posicionar quando necessário pode ser ao mesmo tempo cômodo e covarde, mas não isenta sua responsabilidade.
  • Quer conhecer uma pessoa? Dê poder a ela e/ou coma um saco de sal juntos.
  • Não é à toa que algumas pessoas não tem amigos, pelo menos verdadeiros… É o tal do negócio, só se pode dar o que se tem.

Coincidentemente isso até um pouco haver com o post anterior. Lamentável que pessoas assim tenham cada vez mais espaço em várias áreas, felizmente não na minha vida!

Share
Esta entrada foi publicada em Sem categoria e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *