Mude!

E já estamos em 2011! Há quem diga que se trata de uma simples mudança de ano, também acho. Mas acredito que essa mudança de ano tenha um fator psicológico muito grande que anima as pessoas a fazerem planos, promessas, sonhar… E se para isso a mudança de um ano serve de incentivo, vamos lá!

2010 foi pra mim um ano bom, de muitas surpresas, umas boas, outras nem tanto. Mas no fundo um ano de muito aprendizado, importando apenas que no frigir dos ovos tenho muito a agradecer.

Como já disse, não farei promessas. Quero mais realizações e mudanças! Muitas mudanças! Não tão grandes, nada muito radical, apenas aquelas pequenas mudanças que podem fazer uma grande diferença na nossa vida.

Outro dia estava no banco do passageiro fazendo um caminho que fazia diariamente, mas dessa vez com meu marido dirigindo. Impressionante as coisas novas que vi, que não são novas, sempre estiveram ali, mas a correria, o vicio do dia-a-dia não nos deixa notar. E pensei: quantas coisas estão passando pela minha vida e não estou reparando? Ainda há tempo de mudar! Por isso compartilho esse texto lindo que recebi por email e que tem tudo haver com isso:

Mude, mas comece devagar, porque a direção é mais importante que a velocidade.

Mude de caminho, ande por outras ruas, observando os lugares por onde você passa. Veja o mundo de outras perspectivas. Descubra novos horizontes.

Não faça do hábito um estilo de vida.

Ame a novidade. Tente o novo todo dia. O novo lado, o novo método, o novo sabor, o novo jeito, o novo prazer, o novo amor.
Busque novos amigos, tente novos amores. Faça novas relações.
Experimente a gostosura da surpresa. Troque esse monte de medo por um pouco de vida. Ame muito, cada vez mais, e de modos diferentes. Troque de bolsa, de carteira, de malas, de atitude.

Mude. Dê uma chance ao inesperado. Abrace a gostosura da Surpresa.

Sonhe só o sonho certo e realize-o todo dia. Lembre-se de que a Vida é uma só, e decida-se por arrumar um outro emprego, uma nova ocupação, um trabalho mais prazeroso, mais digno, mais humano.

Abra seu coração de dentro para fora.

Se você não encontrar razões para ser livre, invente-as. Exagere na criatividade.

E aproveite para fazer uma viagem longa, se possível sem destino.
Experimente coisas diferentes, troque novamente. Mude, de novo.
Experimente outra vez.
Você conhecerá coisas melhores e coisas piores, mas não é isso o que importa.
O mais importante é a mudança, o movimento, a energia, o entusiasmo.

Só o que está morto não muda !

(autor desconhecido)

Share
Esta entrada foi publicada em Sem categoria e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>