A fé

Quem já teve algum problema, alguma aflição e recorreu a ajuda divina sabe o conforto que isso nos dá. Só o fato de nos curvarmos e agradecer ou pedir por auxílio já é um ato que serve de consolo e nos traz paz.

Respeito a todas as religiões e crenças. Acredito no livre arbítrio e, acima de religião, prezo o caráter e o comportamento do ser humano em relação ao seu próximo. Pois de nada adianta atitudes metódicas em nome de uma religião se a pessoa não consegue dizer nem um bom dia e tratar com respeito quem está ao seu lado.

Por isso compartilho uma cena que presenciei e que me emocionou muito. Na volta de uma viagem eu e meu marido passamos por Aparecida. Meu marido não ia lá há anos e queria voltar. Logo que chegamos fomos abordados por um senhor que gentilmente nos pediu para tirar uma foto dele e disse: “senão minha família não irá acreditar que cheguei”.

A notar pelo cajado que ele carregava desconfiei, mas mesmo assim perguntei como ele chegou ali. A resposta foi exatamente o que eu imaginava: a pé! Ele andou durante oito dias desde Ouro Fino até Aparecida. Ele foi para agradecer uma graça alcançada, imagino eu que poderia ser algo relacionado á saúde, uma vez que ele tinha alguns envelopes de exames nas mãos.

Sua aparência  de cansaço não sobressaía a expressão de pureza, alegria e a sensação de dever cumprido.

Independente do que se acredita, impossível não se emocionar com algo assim. Eu me emocionei e respeitei aquela pessoa de fé.

 

Share
Esta entrada foi publicada em Sem categoria e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

2 respostas a A fé

  1. Mari disse:

    Meu Deus! Que foto linda e que relato emocionante!
    Obrigada por compartilhar, amiguinha!
    Beijos,

  2. karina disse:

    Obrigada amiguinha!!!!
    Bom te ver por aqui!!!!
    Bjs!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *