“Não tenhamos pressa, mas não percamos tempo”

Começo esse post citando a seguinte frase de José Saramago:

“Não tenhamos pressa, mas não percamos tempo”

Cada um que a lê pode fazer sua própria interpretação, pra mim é perfeita para algumas coisas que tenho refletido ultimamente.

Vamos à primeira frase: “não tenhamos pressa” Considero que a pressa é algo inerente em mim. Desde que me conheço por gente estou sempre correndo. Sempre! Independente de precisar ou não! Sim, já houve um tempo que a pressa se fez necessária, mas hoje não mais. E sempre me pergunto e me perguntam: “pra que tanta pressa?” E eu nunca tenho uma resposta, embora sempre invente milhões de desculpas.

Só sei que ando depressa, falo depressa, como depressa… E meu Deus, onde isso vai parar! Penso, sinto que preciso ter calma e ando pensando muito em como obtê-la. É mais forte do que eu, é como uma necessidade imposta de fazer tudo ao mesmo tempo. Mas gente imposta por quem? Por mim mesma, é claro!

Sim, sei que não preciso ter pressa, sinto que necessito não ter pressa. Afinal a pressa serve pra que mesmo?

Agora vamos à segunda parte da frase: “… mas não percamos tempo”.

A perda de tempo pode ser feita se várias formas. Principalmente hoje em dia, há vários “sugadores” de tempo. Esses sugadores podem estar no retrabalho de alguma atividade, em afazeres desnecessários e porque não, na atenção dispensada a pessoas desnecessárias.

Considero que o tempo seja o item mais valioso que podemos ter, então, pra que desperdiçá-lo?

Tendo isso em mente tenho tomado várias pequenas atitudes que estão me ajudam a focar e ter tempo para o que e quem realmente interessa. Tenho eliminado pequenas coisas que me dispersam, coisas sem importância que quando me dou conta já me tomaram uma hora no dia, nem que seja em meus pensamentos. Sim, meu “HD” também precisa estar livre para ter tempo de processar e arquivar somente o que é importante.

E nessa linha vou ponderando essas questões e na medida do possível e vou aqui seguindo com a minha meta de não ter pressa e não perder tempo. Afinal o tempo passa rápido demais!

Share
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

2 respostas a “Não tenhamos pressa, mas não percamos tempo”

  1. Carol Baggio disse:

    Gostei da história de se reprogramar e ter o HD livre, pra coisas que interessam… vou aproveitar o fim de ano pra desfragmentar o sistema aqui tb!!! rs. Bela reflexão! Beijos!!!

  2. karina disse:

    Oi Carol!
    Boa sorte nessa empreitada!
    É um dos meus objetivos também! Boa sorte pra nós!
    Bjos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *