Ensaio sobre a cegueira

Tenso. Forte. Dramático. Reflexivo. No mínimo interessante.

Demorei para assistir esse filme, mas valeu a pena, sem dúvida é excelente e vale pela reflexão que nos submete sobre como é o ser humano despido de conveniências, vaidades, aparências.

O filme, com uma linguagem metafórica mostra muito mais do que a cegueira física, ele aborda a cegueira do espírito. Nos faz refletir como coisas tão arraigadas como moral, ética e bons costumes são questionáveis em situações caóticas. Além de mostrar como o mundo em que vivemos é fútil.

Nos faz refletir sobre valores, quando um simples banho de chuva é capaz de proporcionar sentimentos tão valiosos.

Pra quem gosta de assistir filmes que acrescentam algo depois do seu término, é uma excelente dica!

“Alegria e tristeza não são como óleo e água. Elas coexistem”

(Ensaio sobre a cegueira)

Share
Esta entrada foi publicada em Sem categoria e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *