Não é fácil, mas é possível e gratificante!

Viver está cada vez mais difícil. 

Não sei se é porque o encanto dos vinte anos vai sendo substituído pelas experiências dos trinta em diante ou se realmente o mundo vai de mal a pior.

Diante de tantas pessoas desleais, anti-éticas, desonestas, onde o levar vantagem é mais importante e pasmem, até visto como uma virtude, a gente meio que perde a fé em alguns, vários momentos. E pensa se é isso mesmo, se não há lugar para quem age com honestidade.  

Já ouvi de várias pessoas que na vida é assim: ou você segue o jogo ou você paga o preço.

Gente! Não dá! Como dormir tranquilamente se não agimos com nossos princípios, nossa ética, nossa verdade? Como se olhar no espelho? Não, não dá. Então o que resta é pagar o preço, que muitas vezes parece ser caro. Mas ainda acredito ser caro em um primeiro momento, mas gratificante a longo prazo. 

E isso se confirma quando temos o privilégio de encontrar pessoas íntegras. Conversar com essas pessoas nos serve de conforto. Falar com os mais velhos nos dá a certeza que estamos no caminho certo. Com os mais jovens nos dá a esperança que nem tudo está perdido. 

Por isso temos que fazer o possível para nos cercar de pessoas que tenham a mesma energia, que acreditem que o caminho do bem é a melhor opção.  Costumo dizer que semelhante atrai semelhante.  Por isso tenho o privilégio de ter por perto muita gente do bem. E isso precisa ser preservado, pois é o que me dá força para prosseguir nessa caminhada. 

E o negócio é acreditar e ter fé, seguir acreditando que colhemos o que plantamos. Essa lei da vida nunca falha.

Até a próxima! 

Share
Esta entrada foi publicada em Sem categoria e marcada com a tag , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *